Ficha Técnica.:

Título: Segredos e Mentiras;

Autora: Diane Chamberlain;


Páginas: 288;

Editora: Arqueiro

Gênero: Drama/Suspense

Sinopse: Cara Anna, Já comecei esta carta várias vezes e aqui estou, começando-a novamente, sem fazer a mínima ideia de como lhe dizer. A carta não terminada é a única pista que Tara e Emy têm para entender o que levou sua amiga Noelle ao suicídio. As três eram inseparáveis desde a faculdade e tudo a respeito de Noelle – seu trabalho de parteira, a forma como se dedicava apaixonadamente a diversas causas sociais, seu amor pelos amigos e a família – se encaixava na descrição de uma mulher que amava a própria vida.

Só que havia muitas coisas que Tara e Emy desconheciam. Por exemplo, quem é Anna e por que Noelle nunca a mencionara.

Com a descoberta da carta e do terrível segredo que a motivou, as duas começam a desvendar a verdade sobre essa mulher forte, independente e gentil que entrou em suas vidas trazendo amor e compaixão, mas que também pode ser a responsável por muitas tristezas e ilusões.

Com delicadeza e equilíbrio, Diane Chamberlain constrói uma história sensível sobre amizade e relacionamentos e levanta a pergunta: até que ponto você seria capaz de perdoar alguém que ama?


Publicado em 2014 pela Arqueiro, Segredos e Mentiras segue o gênero Drama/Suspense. Este foi o primeiro livro que li de Diana Chamberlain.
A mesma tem diversos títulos publicados em todo mundo, alguns deles foram publicados aqui no Brasil, como A Confissão da Parteira. 

Seus livros possuem uma característica em comum, todos eles abordam o drama, o suspense e mistério. Só com essas poucas informações, dá pra notar-se que a escrita de Chamberlain é como uma montanha russa, puramente emocionante. Cheia de altos e baixos. 

Com Segredos e Mentiras não poderia ser diferente. O título já diz por si só. Uma trama coberta de segredos, mentiras e infortúnios que nos deixam totalmente sem fôlegos. A história nos mostra Noelle, uma parteira incrivelmente caridosa e boa no que faz. Suas amigas, Tara e Emy são testemunhas de sua peculiaridade. Noelle é daqueles tipos de pessoas alternativas;


As três eram amigas inseparáveis desde a faculdade, e conheciam o seu lado filantrópico, o amor pelas causas sociais, por seus amigos e família. Noelle se encaixava perfeitamente como uma mulher que amava a vida. Porém não é isso que suas amigas, Tara e Emy descobrem. 

Noelle se suicida e ninguém parece encontrar uma explicação plausível para o terrível e inimaginável fato, porque a mesma não demonstrara sinais de depressão ou qualquer outra coisa que a fizesse escolher esse caminho tão obscuro. 

O suicídio de Noelle não é spoiler. A sinopse é bastante clara e já nos mostra este fato.
Na verdade, o suicídio não é único acontecimento que nos choca, e sim a sucessão de fatos que se desenrolam após sua morte. O suicídio só foi o estopim. 

A partir disso, Tara e Emy não conseguem pensar numa explicação ou um motivo para Noelle ter se matado. Juntas, começam a investigar as possíveis causas para sua morte. E literalmente “caem” num buraco de segredos, mentiras e revelações.





E no ínterim das investigações que fazem, acabam por descobrir que suas vidas, suas filhas Grace e Jenny estão completamente intrincadas nessa rede de mistério. 

Agora mais do que nunca, ambas precisam descobrir a verdade. E a verdade, como sabem, nem sempre é reconfortante. E quando descobrem precisam lidar com essas verdades. Verdades essas que mataram Noelle de culpa. Além de enfrentarem todos os segredos e conflitos que sua falecida amiga deixara, agora precisam aprender a perdoá-la e lidar com a vida totalmente transformada que ela os impôs. 

Não poderia dizer-lhes, caros leitores, os segredos que essa trama nos conta.
Porque perderia toda a graça. E esse, com certeza, é um dos recursos mais utilizados por Diane. Sua trama aliada com mistério e suspense, nos choca e nos tira o fôlego. 

Confesso que abandonei esse livro no começo do ano, mas retomei a leitura neste mês e devorei as poucas páginas que faltava em poucas semanas. E quando enfim terminei, me perguntei como pude atrasar tanto a leitura desde livro em particular. Valeu muito a pena. Dei cinco estrelas, porque Diane realmente merece. Hoje dificilmente encontramos romances que nos prendam e nos deixem tão chocados quanto este em particular. 

Por hoje é só, meus amigos. Espero que tenham gostado. Desejo a todos um Feliz Natal e o ótimo Ano Novo!


Deixe um comentário